Musicoterapia

Segundo a Federação Mundial de Musicoterapia (1996), “Musicoterapia é a utilização da música e/ou dos seus elementos (som, ritmo, melodia e harmonia) por um musicoterapeuta qualificado, com um cliente ou grupo, num processo de facilitação e promoção da comunicação, relação, aprendizagem, mobilização, expressão, organização e outros objetivos terapêuticos relevantes, no sentido de alcançar necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas.

A Musicoterapia objetiva desenvolver potenciais e/ou restabelecer funções do indivíduo para que ele/ela possa alcançar uma melhor integração intra e/ou interpessoal e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida, através da prevenção, reabilitação ou tratamento”.

Áreas de Atuação

  • Perturbações do desenvolvimento
  • Problemas motores
  • Problemas sociais e/ou emocionais
  • Depressão
  • Dificuldades de aprendizagem
  • Défice de atenção e hiperatividade

Objetivos Terapêuticos da Musicoterapia

  • Facilitação dos processos cognitivos (atenção / concentração / memória)
  • Promoção do controle da agressividade e/ou impulsividade
  • Redução da ansiedade
  • Estabelecimento do contacto e escuta do outro
  • Aumentar / melhorar a socialização
  • Abertura de canais de comunicação
  • Integração em atividades sociais
  • Desenvolvimento de competências sociais e de relacionamento interpessoal
  • Estimulação sensorial (visão/audição)
  • Relaxamento
  • Consciencialização do esquema / imagem corporal
  • Consciencialização da interação corporal com o outro
  • Fortalecer o vínculo mãe/bebé durante a gravidez
  • Entre outros...

Musicoterapeuta do Gabinete de Apoio à Família e Comunidade

Edna Pinto