Psicomotricidade

É a reeducação ou terapia de mediação corporal e expressiva, que estuda e intervém na expressão motora inadequada ou inadaptada ligadas a problemas de desenvolvimento e de maturação psicomotora, de comportamento, de aprendizagem e de âmbito psico-afetivo.

Áreas de Atuação

  • para todas as idades,
  • para todas as problemáticas que afetam os seguintes domínios:
  • motricidade global e fina, planificação, sequencialização e execução do gesto, perceção auditiva, visual e táctil-cinestésica, tónus, orientação espacial e temporal, lateralidade, aquisição da escrita e comunicação verbal e não verbal.

Técnicas de Intervenção

  • relaxação e consciência corporal;
  • educação gestual e postural;
  • expressão rítmica, plástica, corporal, entre outras;
  • neuromotoras/movimento;
  • lúdicas.

Gerontopiscomotricidade

É a psicomotricidade dirigida a pessoas idosas, ou seja, é uma área da ciência que se preocupa em estudar a relação que existe entre o corpo e a mente. Na psicomotricidade, a pessoa é considerada como um todo: os movimentos, emoções/sentimentos/pensamentos e contexto social onde a pessoa está inserida.

A Intervenção Psicomotora entende a pessoa de uma forma global, avaliando as capacidades motoras, cognitivas, psico-emocionais e sociais para melhor definir o plano de intervenção. Esta intervenção utiliza atividades lúdico-terapêuticas, relaxação, atividades expressivas e atividades motoras.


Objetivos e Benefícios Gerais

  • Retrogénese Psicomotora: Atrasar os problemas de mobilidade, nos sentidos cognitivos, emocionais e sociais que surgem com o avançar da idade, como por exemplo, o equilíbrio, a imagem corporal, a postura, o tónus, a coordenação e amplitude de movimentos.
  • Manter as capacidades Cognitivas – atenção, memória, cálculo e linguagem.
  • Retardar a evolução de determinadas doenças – Doença de Alzheimer e outras demências, Parkinson, AVC, Síndrome pós-queda, sofrimento emocional (Depressão e Ansiedade) e Problemas na motricidade: Marcha, equilíbrio, coordenação e ocorrência de quedas.
  • Apoio nos cuidados paliativos – auxiliando com técnicas de relaxação psicossomática no controlo da dor e promoção do bem-estar geral.
  • Melhoria da qualidade de vida – Todos estes aspetos têm um papel importante na promoção da qualidade de vida das pessoas idosas, pois permitem que sejam autónomas nas atividades do dia-a-dia.


Funcionamento

De acordo com as problemáticas e com o âmbito da intervenção as sessões podem realizar-se em contexto individual e/ou em grupo.

Esta intervenção é distinta de acordo com os objetivos e âmbito da intervenção, pelo que em contexto individual é desenvolvido um plano de intervenção individualizado e específico para aquela pessoa e suas características.

Enquanto que nas sessões em grupo são definidos objetivos para o grupo e monitorização dos mesmos, promovendo a manutenção destas competências para todos.

Esta intervenção pode ser realizada em diferentes contextos: em sala/espaço terapêutico (na nossa associação), ao domicílio e em lares/centros de dia, de acordo com as necessidades e possibilidades de cada pessoa e de cada entidade, realizada pelas nossas Técnicas Superiores de Reabilitação Psicomotora/Psicomotricistas.

Psicomotricistas do Gabinete de Apoio à Família e Comunidade

Alexandra Pragosa

Sofia Alves Ferreira